Ir para o conteúdo

Prefeitura de São Roque e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de São Roque
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Serviços
RESPONSABILIDADE TRIBUTÁRIA

São Responsáveis Tributários pelo Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza:

I - O tomador ou intermediário de serviço proveniente do exterior do País ou cuja prestação se tenha iniciado no exterior do País;

II - As pessoas jurídicas, ainda que imunes ou isentas, tomadoras ou intermediárias dos serviços descritos nos incisos II a XXIII do art. 3º, desta Lei Complementar.


III - A pessoa física ainda que isenta, tomadora ou intermediária dos serviços descritos nos subitens 7.02, 7.04, 7.05, da lista de serviços do Anexo I, conforme regulamento.


IV – A pessoa jurídica tomadora ou intermediária de serviços, ainda que imune ou isenta, na hipótese prevista no § 3º do art. 3º desta Lei Complementar.



Os Responsáveis Tributários pelo Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza deverão repassar ao Tesouro Municipal o valor do imposto, inclusive multa e acréscimos legais, nas formas e nos prazos definidos na legislação tributária, por meio do sistema eletrônico da Administração Municipal (consultar aba Guia de Recolhimento).

O serviço considera-se prestado e o imposto devido no local do estabelecimento prestador ou, na falta do estabelecimento, no local do domicilio do prestador, exceto nas atividades: 3.05, 4.22, 4.23, 5.09, 7.02, 7.04, 7.05, 7.09, 7.10, 7.11, 7.12, 7.16, 7.17. 7.18, 7.19, 10.04, 11.01, 11.02, 11.04, 12.01, 12.02, 12.03, 12.04, 12.05, 12.06, 12.07, 12.08, 12.09, 12.10, 12.11, 12.12, 12.14, 12.15, 12.16, 12.17, 15.01, 15.09, 16.01, 16.02, 17.05, 17.10, 20.01, 20.02 e 20.03, quando o imposto será devido no local (retenção).

O tomador do serviço é responsável pelo recolhimento do ISSQN, independente de ter sido efetuada a sua retenção na fonte:

  1. quando o prestador de serviços não emitir nota fiscal ou outro documento exigido pela legislação tributária;
  2. quando desobrigado da emissão de Nota Fiscal de Serviços Eletrônica ou outro documento exigido pela Administração, não fornecer recibo no qual esteja expresso o número da sua inscrição no Cadastro de Contribuinte Mobiliário do Município, seu endereço, a atividade sujeita ao imposto e o valor do serviço.

Obs: o tomador do serviço responsável, ao efetuar a retenção do Imposto, deverá fornecer comprovante ao prestador do serviço.

Fica desobrigado da retenção e do pagamento do imposto quando o prestador de serviços:


1 – For Profissional Autônomo com Cadastro de Contribuinte Mobiliário, desde que comprovado a devida inscrição municipal.

2 – For sociedade cujos profissionais (sócios, empregados ou não) sejam habilitados ao exercício da mesma atividade e prestem serviços de forma pessoal, em nome da sociedade, assumindo responsabilidade pessoal, nos termos da legislação específica, conforme dispõe o art. 20 da Lei Complementar 93/2017.

3 – For Microempreendedor Individual (MEI), optante pelo Sistema de Recolhimento em Valores Fixos Mensais dos Tributos abrangidos pelo Simples Nacional (SIMEI).

4 – Regime de lançamento do ISSQN denominado estimativa, desde que estabelecido ou domiciliado nesse município.

5 – Ter imunidade tributária reconhecida;

Os serviços prestados pelas microempresas e empresas de pequeno porte optantes pelo Simples Nacional, se sujeitam à retenção do ISS, a que se refere o artigo 3º e 7º da Lei Complementar nº 93/2017, com a aplicação das alíquotas previstas nos Anexos III, IV, V ou VI da Lei Complementar nº 123/2006, com as alterações da Lei Complementar nº 128/2008.

Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia