Voltar ao menu de Departamentos

Informações sobre as Feiras Livres

As feiras livres funcionam no Município de São Roque, desde os meados do século XVIII, haja vista a ocorrência de uma certa oficialização para venda em 1925, de “gêneros da terra, hortaliça e peixe, em locais da cidade”.

No inicio do século XIX, nota-se a distinção entre alguns ramos de comercio: aparecem as lojas ou vendas, onde se comprovam fazendas (tecidos) e gêneros alimentícios não perecíveis, etc., e as quitandas, que ofereciam verduras e legumes. Em fins do século XIX e começo do século XX estruturam-se as feiras no centro da cidade em locais estratégicos.

Essa primeira existência é que mais se assemelha às feiras de nossos dias. Em 1965 foi criada a feira-livre, através do ato do Prefeito Heitor Boccato, não como projeto novo, mas sim, como o reconhecimento oficial de algo que já existia, tradicionalmente, na cidade de São Roque.

A primeira Feira-Livre oficial, realizada à título de experiência, contou com a presença de 20 feirantes, e teve lugar na Avenida Tiradentes, com seu crescimento passou a ser realizada no Largo dos Mendes e atualmente é realizada na Avenida Bandeirantes. A segunda realizou-se na Rua Sotero de Souza, com 22 feirantes.

A terceira feira foi oficializada em 1983, pelo Prefeito Mário Luís Campos de Oliveira que atendeu os produtores rurais de São Roque denominando-a de Feira Permanente no recinto Júlio Prestes, que todos os domingos atendia a população e os produtores. Em 1993, atendendo a população a Prefeitura passou a administrar os Sacolões Municipais nas Quartas-feiras no Recinto Júlio Prestes. A partir desta data a Feira Permanente, passou a se chamar Feira do Produtor Rural e administrada pela Associação dos Produtores Rurais de São Roque e fiscalizada pela Prefeitura Municipal de São Roque e passou a ser realizada na Avenida – Junqueira.

TAMANHO DAS BARRACAS

1. Empório A – 5 X4 ou 2 X 2 – Bacalhau, peixes secos, cebolas, alhos, batatas e outros;

2. Empório B – 5 X 4 ou 2 X 2 – Conservas, mel, bacalhau, azeitonas, coco ralado, picles, frutas secas e cristalizadas e outros;

3. Empório C – 5X4 ou 2 X2 – Derivados de farinha, biscoitos, pão, panetone, balas e chocolate;

4. Empório D – 2 X2 – Óleo comestível a granel;

5. Empório E – 4 X 1 ou 6 X 2 – Melado, açúcar mascavo, colheres de pau, milho de pipoca cocos e outros;

6. Empório F – 4 X 2 – Armarinhos em geral;

7. Empório G – 4 X 2 – Calçados e chinelos;

8. Empório H – 4 X 2 – Roupas feitas, malha de lã e linha, toalhas e outros;

9. Empório I – 4 X 2 – Roupas, gravatas, meias e lenços;

10. Empório J – 2 X 2 – Flores artificiais;

11. Empório L – 2 X 2 - rendas, bordados, agulha, e fios de lã;

12. Empório M – 4 X 2 – Brinquedos, cintas, suspensórios e outros;

13. Salsicharias – 4 X 4 ou 2 X 2 – Embutidos, defumados e salgados;

14. Frutas Nacionais – 4 X 1 ou 8 X 1;

15. Frutas estrangeiras - 4 X 2;

16. Frutas nacionais e estrangeiras – 8 X 1;

17. Bananas – 6 X 1;

18. Verduras e Legumes – 4 X 1;

19. Aves vivas – 3 X 1;

20. Aves e ovos – 3 X 1;

21. Ovos – 3 X 1;

22. Vísceras e miúdos – veículos especiais;

23. Pescados – veículos especiais;

24. Peixes de água doce – 2 X 1;

25. Café – veículos especiais;

26. Flores naturais – 2 X 3;

27. Floricultura – 3 X 2 – Plantas de pequeno porte, flores e mudas;

28. Cebolas e alhos – 3 X 1;

29. Cebolas – 2 X 1;

30. Alhos – 1 X 1;

31. Batatas – 2 X 3 ou 3 X 2;

32. Sementes – 2 X 1;

33. Produtores – 4 X 1 ou 8 X 1;

Voltar ao menu de Departamentos

Melhor Visualizado em 1024x768 - © Copyright 2009, Prefeitura de São Roque. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Guia São Roque